Angola prevê reduzir “ainda mais” importação de bebidas   30 de Janeiro de 2015 / 17:38
A ministra do Comércio de Angola, Rosa Pacavira, disse hoje que há margem para reduzir "ainda mais" as importações de bebidas, setor alvo de quotas já a partir de março, afetando as exportações portuguesas. A governante falava aos jornalistas depois de se reunir em Luanda com importadores nacionais e bancos comerciais, precisamente na semana em que foi divulgada a imposição de quotas à importação nomeadamente de cervejas, sumos e águas. A medida, explicou Rosa Pacavira, é para "entrar em marcha a partir de março" e vai reduzir as importações - entre outros produtos - de bebidas para uma quota de 950 mil hectolitros, face à capacidade instalada no país - suficiente para absorver todo o consumo nacional - e que não está a ser utilizada. Esta importação cifrava-se anualmente em cerca de 400 milhões de dólares (353 milhões de euros), mais de metade proveniente de exportações de empresas portuguesas, nomeadamente cerveja. "Em princípio estamos preparados. É um desafio muito grande, até agora a nossa produção nacional não deu aquela virada que devia ter dado já há muitos anos, por causa das importações. Os produtos de importação chegam ao país muito mais baratos, então é aliciante que muitos operadores económicos importem em vez de produzir em angola", reconheceu a governante. Em termos de refrigerantes e bebidas, tal como a Lusa noticiou na terça-feira, o Governo angolano fixou uma quota geral de importação para este ano em termos de águas (150.000 hectolitros), refrigerantes (200.000), cervejas (400.000) e sumos (200.000).

Fonte: Lusa

Outras notícias da categoria internacional:

. Raid Enduro Amares no dia 16 de Abril
. Nova substância protege macacos da infeção do vírus da SIDA
. Reino Unido admite prolongar sanções impostas à Rússia
. Papa apela aos jovens para que não reduzam o amor somente ao “aspeto sexual”
. Eurogrupo dá ultimato à Grécia, Atenas recusa "proposta absurda"
. Grécia considera "absurda" proposta de compromisso do Eurogrupo
. CE e BEI investem 200 milhões em eficiência energética e clima
. Mil milhões de pessoas nos 10 anos do Youtube
. Políticas económicas e de emprego são prioridade para Comité das Regiões Europeu
. Reforma da cúria visa mais transparência e eficácia – Papa
. “Declínio drástico” na liberdade de imprensa mundial – Repórteres Sem Fronteiras
. NASA lança no espaço satélite para observar atividade solar
. Eurogrupo extraordinário sobre a Grécia discute hoje pretensões de Tsipras
. Cientistas revelam nova visão do núcleo interno da Terra
. Danos na massa cinzenta do cérebro dos fumadores pode ser reversível - Estudo
. Governo timorense remete ensino do português para 3.º ciclo do ensino básico
. Senador de Porto Rico propõe multar pais de crianças obesas
. Excisão deverá ter “grande redução” na Guiné-Bissau em dez anos
. Harper Lee, autora de "Mataram a cotovia", edita segundo romance em julho
. Polícia científica timorense traduz “convergência e união” no combate à criminalidade
. Angola, Brasil e Guiné Equatorial partilham corrupção e repressão
. Direitos humanos são “bússola” e não "luxo" em tempos de crise
. Suzana de Moraes, filha de Vinícius de Moraes, morre no Rio de Janeiro
. Nova Iorque paralisada por histórica tempestade de neve
. PM timorense escreveu a membros do Governo a dizer quem fica ou sai
. Morreu o rei Abdullah da Arábia Saudita
. BCE vai comprar 60 mil milhões de euros de dívida
. Falência técnica de sete anos do BNU em Timor-Leste termina este mês
. Sistema económico é causa da pobreza - Papa



Voltar
 
O Amarense
PUB
O Amarense (c) 2017 | Todos os Direitos Reservados