UMinho quer alavancar bioeconomia do país   7 de Fevereiro de 2018 / 08:44
O Centro de Biologia Molecular e Ambiental e o Instituto de Ciência e Inovação para a Bio-Sustentabilidade da Universidade do Minho querem alavancar a bioeconomia do país, através da conceção de produtos e processos verdes inovadores para a indústria agroalimentar. O projeto chama-se “EcoAgriFood” e conta com um financiamento de 1.5 milhões de euros provenientes do programa Portugal 2020.


O trabalho já originou no espaço de um ano diversas soluções com elevado potencial de utilização no setor. Por exemplo, para controlar pragas em grandes plantações foram desenvolvidos péptidos antimicrobianos, inspirados em moléculas existentes em mamíferos, bichos-da-seda e vespas. “Estas pequenas proteínas fazem parte do sistema imunitário e encontram-se em todos os organismos vivos, representando a primeira linha de defesa no combate a invasões por agentes infeciosos”, explica Raúl Machado, um dos 21 investigadores do projeto. Também foram produzidas membranas microporosas biocompatíveis e biodegradáveis, com elevada ação antimicrobiana e estabilidade térmica, podendo ser usadas como revestimentos ou filtros para controlo microbiológico.

Cada vez menos dependentes do petróleo

Foi igualmente otimizada a conceção de compostos de valor acrescentado para a indústria alimentar através de fábricas microbianas, um processo “amigo” do ambiente. Esta técnica de produção inovadora permite a obtenção de novos compostos a partir de resíduos ou subprodutos industriais. “Deixamos, assim, de depender tanto de derivados de petróleo, que são muitas vezes a base para a síntese de inúmeros compostos usados nas mais variadas indústrias”, realça a bióloga Isabel Silva.

Os resultados do projeto vão beneficiar empresas portuguesas do setor agroalimentar, bem como municípios, decisores políticos, centros de investigação e associações ambientais. Para uma maior proximidade à realidade nacional, está ainda a ser criado um conselho consultivo que visa potenciar, aplicar e disseminar algumas das soluções desenvolvidas no âmbito do EcoAgriFood. Com a população mundial a aproximar-se dos 10 mil milhões em 2050 e com recursos naturais finitos, “é essencial apostar numa economia mais sustentável capaz de conciliar as necessidades em termos de agricultura, segurança alimentar e utilização dos recursos biológicos, garantido simultaneamente a biodiversidade e a proteção do ambiente”, afirma a coordenadora geral Fernanda Cássio, da Escola de Ciências da UMinho. O projeto tem o site www.ecoagrifood.pt.

Redacção

Outras notícias da categoria nacional:

. Sentença de Sócrates é conhecida a 23 e 24 de Fevereiro em Guimarães pela mão de Mickaël de Oliveira 19 de Fevereiro de 2018 / 09:45
. Software de spin-off da UMinho gere acervo de Siza Vieira 15 de Fevereiro de 2018 / 11:49
. UMinho é a mais ativa da Europa em desporto universitário 14 de Fevereiro de 2018 / 08:31
. UMinho propõe terapia capaz de controlar cancro do colo do útero 14 de Fevereiro de 2018 / 08:26
. Portugueses reescrevem a história genética da Índia 12 de Fevereiro de 2018 / 11:49
. João Pedro Vaz será o novo Diretor Artístico da “A Oficina” 12 de Fevereiro de 2018 / 11:47
. Competências transversais são as mais valorizadas no mercado de trabalho 9 de Fevereiro de 2018 / 08:56
. Centro de Computação Gráfica está a definir os padrões da condução do futuro 9 de Fevereiro de 2018 / 08:54
. Estudo pioneiro sobre tablets junta universidades do Minho e Harvard e a Microsoft 7 de Fevereiro de 2018 / 08:43
. BabeliUM da UMinho promove cursos para dez línguas estrangeiras 25 de Janeiro de 2018 / 10:58
. UMinho estreia em Portugal exames de Chinês para os mais novos 23 de Janeiro de 2018 / 08:43
. Aluno do MIT Portugal da UMinho premiado por manga que vai ajudar doentes com cancro da mama 23 de Janeiro de 2018 / 08:41
. Já há lençóis que reduzem o risco de asfixia dos bebés 19 de Janeiro de 2018 / 08:32
. Lentes de contacto inovadoras travam a miopia das crianças 17 de Janeiro de 2018 / 13:25
. Luis Miguel Cintra (está de regresso e) estreia “Um D. João Português” em Guimarães 12 de Janeiro de 2018 / 08:52
. Universidade do Minho sedia vinte sociedades científicas 5 de Janeiro de 2018 / 08:50
. UMinho está entre as 50 universidades mais sustentáveis do mundo 28 de Dezembro de 2017 / 09:41
. Luis Miguel Cintra em Residência Artística em Guimarães 22 de Dezembro de 2017 / 11:25
. Rui L. Reis recebe um dos maiores prémios internacionais de Engenharia 22 de Dezembro de 2017 / 11:23
. Orquestra e Coro de Alunos da UMinho em concerto de Natal na Reitoria 14 de Dezembro de 2017 / 09:02
. Nuno Peres é o cientista português com mais impacto mundial 14 de Dezembro de 2017 / 09:00
. Campanha de Recolha de Brinquedos na UMinho e adaptação de brinquedos para crianças especiais 12 de Dezembro de 2017 / 09:01
. UMinho cria porta que bloqueia fogo, micróbios e ruído 28 de Novembro de 2017 / 10:08
. Alunos da UMinho premiados no “Bright Challenge” 27 de Novembro de 2017 / 08:39
. Licenciados ganham mais e têm melhor qualidade de vida 27 de Novembro de 2017 / 08:38
. Guimarães Jazz continua a fazer história 17 de Novembro de 2017 / 08:30
. UMinho atribui Cátedra Lloyd Braga a Hans-Jörg Albrecht 15 de Novembro de 2017 / 08:25
. Centro de Computação Gráfica celebra Dia Mundial da Usabilidade 10 de Novembro de 2017 / 08:44
. Projeto da UMinho quer converter calor dos gases de escape em eletricidade 10 de Novembro de 2017 / 08:42



« Voltar
 
 
 
O Amarense
PUB
O Amarense (c) 2017 | Todos os Direitos Reservados