Já há lençóis que reduzem o risco de asfixia dos bebés   19 de Janeiro de 2018 / 08:32
Um sistema de lençóis que reduz o risco de asfixia em recém-nascidos durante o sono foi desenvolvido na Universidade do Minho pela bracarense Mónica Ferreira. O “SafetyBabyBed” mantém os bebés em segurança quando estão a dormir, impedindo-os que deslizem na cama ou puxem os lençóis para cima da cabeça. Cerca de 20% das crianças vítimas de morte súbita são encontradas com a cabeça coberta por roupa de cama.


O conceito foi amadurecido no Laboratório de Ideias de Negócio e no Laboratório de Empresas, ambos promovidos pela TecMinho, interface universidade-empresa da UMinho. Surgiu depois de Mónica Ferreira, mãe de dois filhos, ter sido alertada pelos profissionais de saúde sobre o risco de sufocamento de bebés provocado pela roupa de cama e por ter conhecimento de “situações de susto” ocorridos com pessoas próximas. “Sabe-se que os latentes, nos primeiros meses de vida, não têm ainda bem desenvolvido a perceção da obstrução e os reflexos de defesa. O objetivo é que esta solução proporcione aos bebés e aos pais um sono mais tranquilo, diminuindo drasticamente o risco de abafamento”, explica a promotora de 42 anos.

O projeto destaca-se pelo seu design único que impede o bebé de deslizar para baixo dos lençóis, graças a um sistema de retenção/segurança que é ajustável consoante o crescimento e amovível a qualquer momento. Ou seja, os lençóis poderão ser usados normalmente a partir daí. Este modelo integra ainda um fecho adaptado para a criança não se destapar durante a noite, mantendo a temperatura ideal. Desta ideia nasceu a B-Mum, uma empresa especializada no desenvolvimento de soluções seguras e práticas para pais e filhos.

O “SafetyBabyBed” está em fase final de patenteamento e à venda online e em mais de 20 lojas do país. Chegou à semifinal do concurso “Acredita Portugal - Novo Banco 2015”, foi apresentado ao Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, numa iniciativa realizada no âmbito da Capital Iberoamericana da Juventude - Braga 2016, e venceu recentemente o 1º Prémio do programa “Novas Empresas Tecnológicas Têxteis”. Tem contado com o apoio da TecMinho, do Serviço de Pediatria e Neonatologia do Hospital de Guimarães e do CITEVE - Centro Tecnológico das Indústrias Têxtil e do Vestuário de Portugal.

Redacção

Outras notícias da categoria nacional:

. Rui L. Reis recebeu em Londres um dos maiores prémios internacionais de Engenharia
. Português descobre circuito cerebral que prioriza acasalamento ao sono
. Professora da UMinho coordena Observatório das Comunidades Ciganas
. UMinho quer tornar as cidades “mais amigas” dos peões
. Resultados da autonomia curricular de 230 escolas apresentados na UMinho
. Têxteis Penedo espera gerar um milhão de euros por ano com tecidos que integram sistemas de iluminação
. Professor da UMinho premiado em Espanha
. CEB vai aumentar a eficácia e reduzir os efeitos secundários do fármaco para a artrite reumatoide
. Fundo Social de Emergência da UMinho apresentado no World Economic Forum
. Espetáculos e Oficinas de Férias brindam os mais novos com a energia criativa da música, do canto tradicional, da poesia e da expressão plástica, em Guimarães
. Aluna da UMinho premiada pela Associação Portuguesa de Tradutores e Intérpretes
. Portugueses na descoberta de mecanismo que pode combater fungo mortal
. Universidade do Minho tem o curso mais procurado do país
. UMinho com inscrições abertas para as provas dos maiores de 23 anos
. Biblioteca Pública de Braga evoca António José Saraiva
. José González-Méijome distinguido com Prémio de Mérito Científico da UMinho
. Joana Marques Vidal na UMinho para palestra sobre o Ministério Público em Portugal
. Fantasporto exibe 11 filmes de alunos da UMinho
. Sentença de Sócrates é conhecida a 23 e 24 de Fevereiro em Guimarães pela mão de Mickaël de Oliveira
. Software de spin-off da UMinho gere acervo de Siza Vieira
. UMinho é a mais ativa da Europa em desporto universitário
. UMinho propõe terapia capaz de controlar cancro do colo do útero
. Portugueses reescrevem a história genética da Índia
. João Pedro Vaz será o novo Diretor Artístico da “A Oficina”
. Competências transversais são as mais valorizadas no mercado de trabalho
. Centro de Computação Gráfica está a definir os padrões da condução do futuro
. UMinho quer alavancar bioeconomia do país
. Estudo pioneiro sobre tablets junta universidades do Minho e Harvard e a Microsoft
. BabeliUM da UMinho promove cursos para dez línguas estrangeiras
. UMinho estreia em Portugal exames de Chinês para os mais novos



Voltar
 
O Amarense
PUB
O Amarense (c) 2017 | Todos os Direitos Reservados