Investigador da UMinho vence prémio europeu de cuidados paliativos   4 de Agosto de 2017 / 09:29
Miguel Julião, professor da Escola de Medicina da Universidade do Minho, recebeu o Clinical Impact Award da Associação Europeia de Cuidados Paliativos, um dos principais prémios mundiais na área. A distinção reconheceu a eficácia da sua “Terapia da Dignidade” no combate ao sofrimento psicológico e existencial dos doentes em fim de vida, entre outras investigações pioneiras em Portugal que desenvolve na área. O docente mostrou-se “feliz” pelo galardão, que foi entregue no 15º Congresso Mundial EAPC, em Madrid, Espanha. Salientou ainda que “os cuidados paliativos e o morrer são muito mais do que um problema académico e/ou médico, são um problema social”. O tema ganha relevo após o recém-aprovado projeto-lei sobre os direitos das pessoas em fim de vida e será discutido em breve na Assembleia da República.

Os resultados do ensaio clínico premiado, que envolveu uma amostra de doentes com elevado sofrimento psicológico e um grupo de controlo (sujeito à intervenção paliativa multidisciplinar isolada), demonstraram que esta intervenção inovadora – uma psicoterapia breve em fim de vida – promoveu o aumento da qualidade de vida e da satisfação e a redução do sofrimento psicossocial, em aspetos como a depressão, ansiedade e desmoralização, face ao grupo de controlo. Provou-se ainda que os doentes deixaram de manifestar o desejo de antecipação de morte: “A melhoria destas variáveis, aliada à diminuição da depressão e de outras facetas do sofrimento em fim de vida, resultou num aumento da sobrevida dos doentes”.

Além da investigação, o Paliative Care Clinical Impact Award realça o esforço académico no ensino pré e pós-graduado. Nesse âmbito, a Escola de Medicina da UMinho integra, desde o último ano letivo, a formação especializada em cuidados paliativos no curso de Medicina, tem um protocolo com o Ministério da Saúde e mantém cursos pós-graduados na área abertos a grupos profissionais além dos médicos. Por outro lado, Miguel Julião dedica há 15 anos a sua prática clínica aos cuidados paliativos, uma competência reconhecida pela Ordem dos Médicos.

Miguel Julião nasceu há 36 anos em Lisboa. É doutorado em Ciências e Tecnologias da Saúde - Cuidados Paliativos pela Universidade de Lisboa e especialista em medicina geral e familiar. Centra a investigação em cuidados paliativos, cuidados em fim de vida, sofrimento psicossocial, dignidade e humanização. Tem cerca de 40 artigos em revistas científicas internacionais.

Redacção

Outras notícias da categoria nacional:

. Fantasporto exibe 11 filmes de alunos da UMinho 22 de Fevereiro de 2018 / 09:03
. Sentença de Sócrates é conhecida a 23 e 24 de Fevereiro em Guimarães pela mão de Mickaël de Oliveira 19 de Fevereiro de 2018 / 09:45
. Software de spin-off da UMinho gere acervo de Siza Vieira 15 de Fevereiro de 2018 / 11:49
. UMinho é a mais ativa da Europa em desporto universitário 14 de Fevereiro de 2018 / 08:31
. UMinho propõe terapia capaz de controlar cancro do colo do útero 14 de Fevereiro de 2018 / 08:26
. Portugueses reescrevem a história genética da Índia 12 de Fevereiro de 2018 / 11:49
. João Pedro Vaz será o novo Diretor Artístico da “A Oficina” 12 de Fevereiro de 2018 / 11:47
. Competências transversais são as mais valorizadas no mercado de trabalho 9 de Fevereiro de 2018 / 08:56
. Centro de Computação Gráfica está a definir os padrões da condução do futuro 9 de Fevereiro de 2018 / 08:54
. UMinho quer alavancar bioeconomia do país 7 de Fevereiro de 2018 / 08:44
. Estudo pioneiro sobre tablets junta universidades do Minho e Harvard e a Microsoft 7 de Fevereiro de 2018 / 08:43
. BabeliUM da UMinho promove cursos para dez línguas estrangeiras 25 de Janeiro de 2018 / 10:58
. UMinho estreia em Portugal exames de Chinês para os mais novos 23 de Janeiro de 2018 / 08:43
. Aluno do MIT Portugal da UMinho premiado por manga que vai ajudar doentes com cancro da mama 23 de Janeiro de 2018 / 08:41
. Já há lençóis que reduzem o risco de asfixia dos bebés 19 de Janeiro de 2018 / 08:32
. Lentes de contacto inovadoras travam a miopia das crianças 17 de Janeiro de 2018 / 13:25
. Luis Miguel Cintra (está de regresso e) estreia “Um D. João Português” em Guimarães 12 de Janeiro de 2018 / 08:52
. Universidade do Minho sedia vinte sociedades científicas 5 de Janeiro de 2018 / 08:50
. UMinho está entre as 50 universidades mais sustentáveis do mundo 28 de Dezembro de 2017 / 09:41
. Luis Miguel Cintra em Residência Artística em Guimarães 22 de Dezembro de 2017 / 11:25
. Rui L. Reis recebe um dos maiores prémios internacionais de Engenharia 22 de Dezembro de 2017 / 11:23
. Orquestra e Coro de Alunos da UMinho em concerto de Natal na Reitoria 14 de Dezembro de 2017 / 09:02
. Nuno Peres é o cientista português com mais impacto mundial 14 de Dezembro de 2017 / 09:00
. Campanha de Recolha de Brinquedos na UMinho e adaptação de brinquedos para crianças especiais 12 de Dezembro de 2017 / 09:01
. UMinho cria porta que bloqueia fogo, micróbios e ruído 28 de Novembro de 2017 / 10:08
. Alunos da UMinho premiados no “Bright Challenge” 27 de Novembro de 2017 / 08:39
. Licenciados ganham mais e têm melhor qualidade de vida 27 de Novembro de 2017 / 08:38
. Guimarães Jazz continua a fazer história 17 de Novembro de 2017 / 08:30
. UMinho atribui Cátedra Lloyd Braga a Hans-Jörg Albrecht 15 de Novembro de 2017 / 08:25
. Centro de Computação Gráfica celebra Dia Mundial da Usabilidade 10 de Novembro de 2017 / 08:44



« Voltar
 
 
 
O Amarense
PUB
O Amarense (c) 2017 | Todos os Direitos Reservados