Empresa nascida na UMinho elogiada pela Comissão Europeia   16 de Maio de 2017 / 08:41
A Critical Materials, empresa nascida na Universidade do Minho, foi recentemente reconhecida pela Comissão Europeia como exemplo de boas práticas na aplicação dos fundos europeus. Esta tecnológica que atua nos setores da aeronáutica e da defesa foi apresentada pelo seu diretor e professor da UMinho Gustavo Dias, na Fundação Champalimaud, em Lisboa, na iniciativa “Bolsa do Empreendedorismo do Dia da Europa”, que abriu com Carlos Moedas, comissário europeu da Investigação, Ciência e Inovação, entre outros oradores. “Este reconhecimento da UE resulta do trabalho desenvolvido ao longo dos últimos anos. Com o Plano Juncker, conseguimos consolidar a empresa e estimular o seu crescimento ao nível do software e hardware e de novos mercados. As ferramentas disponíveis são muito interessantes, mas difíceis de trabalhar. Os projetos têm que estar muito bem maturados, são validados por técnicos de altíssima competência, logo a sua aprovação é uma garantia de qualidade”, realça Gustavo Dias.

A Critical Materials foi fundada em 2009 por Gustavo Dias e Júlio Viana, ambos docentes do Departamento de Engenharia de Polímeros da UMinho há mais de 20 anos. Com sede no AvePark - Parque de Ciência e Tecnologia das Caldas das Taipas, em Guimarães, a empresa é constituída maioritariamente por engenheiros da academia minhota (80% doutorados) e conta com uma forte ligação ao seu Polo de Inovação e Engenharia de Polímeros (PIEP). Focada na criação de tecnologias e produtos para monitorização e diagnóstico da aplicação de materiais inteligentes na indústria aeronáutica e no setor da defesa, a Critical Material tem vindo a colaborar com várias empresas e entidades de renome mundial, como a Agência Espacial Europeia, a Boeing a e Airbus.

O seu principal produto é o PRODDIA, uma ferramenta de gestão de sistemas de saúde que avalia a condição material e a integridade estrutural de componentes críticos em aeronaves, turbinas eólicas e outras infraestruturas complexas. “O sistema avisa quando os aviões precisam de intervenções de inspeção e manutenção. As principais vantagens são a diminuição dos custos diretos de manutenção e o aumento da disponibilidade das aeronaves, ao nível da redução de peso, com novas metodologias de projeto para futuras aeronaves, e com a consequente diminuição de combustível”, refere Gustavo Dias. A Critical Materials faz parte do Grupo Critical. Tem o site www.critical-materials.com.

Redacção

Outras notícias da categoria nacional:

. Rui L. Reis recebeu em Londres um dos maiores prémios internacionais de Engenharia
. Português descobre circuito cerebral que prioriza acasalamento ao sono
. Professora da UMinho coordena Observatório das Comunidades Ciganas
. UMinho quer tornar as cidades “mais amigas” dos peões
. Resultados da autonomia curricular de 230 escolas apresentados na UMinho
. Têxteis Penedo espera gerar um milhão de euros por ano com tecidos que integram sistemas de iluminação
. Professor da UMinho premiado em Espanha
. CEB vai aumentar a eficácia e reduzir os efeitos secundários do fármaco para a artrite reumatoide
. Fundo Social de Emergência da UMinho apresentado no World Economic Forum
. Espetáculos e Oficinas de Férias brindam os mais novos com a energia criativa da música, do canto tradicional, da poesia e da expressão plástica, em Guimarães
. Aluna da UMinho premiada pela Associação Portuguesa de Tradutores e Intérpretes
. Portugueses na descoberta de mecanismo que pode combater fungo mortal
. Universidade do Minho tem o curso mais procurado do país
. UMinho com inscrições abertas para as provas dos maiores de 23 anos
. Biblioteca Pública de Braga evoca António José Saraiva
. José González-Méijome distinguido com Prémio de Mérito Científico da UMinho
. Joana Marques Vidal na UMinho para palestra sobre o Ministério Público em Portugal
. Fantasporto exibe 11 filmes de alunos da UMinho
. Sentença de Sócrates é conhecida a 23 e 24 de Fevereiro em Guimarães pela mão de Mickaël de Oliveira
. Software de spin-off da UMinho gere acervo de Siza Vieira
. UMinho é a mais ativa da Europa em desporto universitário
. UMinho propõe terapia capaz de controlar cancro do colo do útero
. Portugueses reescrevem a história genética da Índia
. João Pedro Vaz será o novo Diretor Artístico da “A Oficina”
. Competências transversais são as mais valorizadas no mercado de trabalho
. Centro de Computação Gráfica está a definir os padrões da condução do futuro
. UMinho quer alavancar bioeconomia do país
. Estudo pioneiro sobre tablets junta universidades do Minho e Harvard e a Microsoft
. BabeliUM da UMinho promove cursos para dez línguas estrangeiras
. UMinho estreia em Portugal exames de Chinês para os mais novos



Voltar
 
O Amarense
PUB
O Amarense (c) 2017 | Todos os Direitos Reservados